Santuário Nacional de Aparecida adota missa virtual para evitar aglomeração no 12 de outubro

Celebrações da novena e feriado da Padroeira contarão apenas com pessoas ligadas à Arquidiocese de Aparecida e obras sociais. Espaço, no entanto, estará aberto para visitação.

Santuário Nacional de Aparecida vai adotar missas virtuais para evitar aglomerações no feriado da Padroeira, celebrado em 12 de outubro.

A mudança na tradicional programação, que costuma atrair milhares de fiéis à cidade homônima no interior de São Paulo, acontece devido à pandemia de coronavírus. Atualmente, o templo pode receber até 6 mil pessoas simultaneamente, segundo decreto da administração municipal.

As celebrações da novena e do dia 12 de outubro serão transmitidas pela internet, e os fiéis não poderão acompanhá-las presencialmente.

Na igreja, o público das celebrações será formado apenas por pessoas ligadas à Arquidiocese de Aparecida e obras de evangelização da Basílica, que seguirão os protocolos de distanciamento e higiene.

Apesar de não poder acompanhar as missas no local, os romeiros ainda poderão visitar espaços do Santuário Nacional, como a passagem pela Imagem, Capela das Velas e Sala dos Milagres, por exemplo.

Além das celebrações, outros eventos da Festa da Padroeira sofreram alterações. Procissões, vigílias, carreata e passeio ciclístico foram cancelados. Os tradicionais shows também não irão acontecer neste ano.

Além de lotar os bancos durante a missa, público se aglomerou nas entradas do Santuário Nacional de Aparecida no 12 de outubro em 2019 — Foto: Carlos Santos/ G1

Além de lotar os bancos durante a missa, público se aglomerou nas entradas do Santuário Nacional de Aparecida no 12 de outubro em 2019 — Foto: Carlos Santos/ G1

Sem aglomeração

O Santuário Nacional de Aparecida justificou a medida para evitar aglomerações “diante do cenário de pandemia que o mundo vive, que continua inspirando cuidado e respeito pelo próximo”.

Todos os anos, a Festa da Padroeira mobiliza milhares de fiéis em direção ao Santuário Nacional de Aparecida. Em 2019, o maior templo mariano do mundo registrou 162 mil visitantes somente no 12 de outubro. No fim de semana do feriado, 271 mil fiéis passaram pelo Santuário.

Na Basílica, os fiéis se aglomeram para acompanhar as celebrações, visitar a imagem da Santa, a Capela das Velas, a Sala dos Milagres, cruzar a Passarela da Fé, entre outras atrações do espaço.

Além do grande fluxo no Santuário, a data leva milhares de fiéis ao acostamento da via Dutra. A estrada se transforma em rota da fé improvisada por peregrinos que seguem em romaria para visitar o templo no interior paulista.

Passarela da Fé liga o Santuário Nacional à Basílica Velha e é um dos principais pontos de peregrinação — Foto: Carlos Santos/G1

Passarela da Fé liga o Santuário Nacional à Basílica Velha e é um dos principais pontos de peregrinação — Foto: Carlos Santos/G1

Pandemia

O Santuário Nacional de Aparecida ficou sem missas com fiéis durante quatro meses neste ano por causa da pandemia de coronavírus. As celebrações com público foram retomadas no fim de julho com protocolos para evitar o contágio da Covid-19.

O espaço estava fechado desde março, quando começou a valer o decreto de isolamento social. Apesar do decreto federal incluir igrejas como atividades essenciais para reabertura, a Justiça bloqueou as missas no Santuário alegando risco de aglomeração e disseminação do vírus. A reabertura foi determinada por decreto municipal.

O retorno da presença dos fiéis às missas no Santuário Nacional segue regras de higienização e controle de acesso, com número máximo de mil pessoas por celebração – a lotação máxima do espaço é de 35 mil pessoas.

As regras estabelecem ainda que o espaço todo do Santuário receba atualmente até seis mil pessoas simultaneamente.

Santuário Nacional de Aparecida retomou missa com a presença de fiéis no fim de julho — Foto: Thiago Leon/Santuário Nacional

Santuário Nacional de Aparecida retomou missa com a presença de fiéis no fim de julho — Foto: Thiago Leon/Santuário Nacional

Fonte: G1

Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *